sábado, 10 de setembro de 2011

Evento de Tunguska 1908

O Evento de Tunguska foi uma explosão de 50 megatons que ocorreu na Sibéria em 30 de junho de 1908.
Essa explosão é equivalente a 2 MIL bombas atômicas como a que atingiu Hiroshima.


Apesar da explosão ter ocorrido em 1908, o local só foi visitado em 1930, 22 anos depois.

O que os cientistas encontraram, deixou eles chocados. Não tinha nenhuma cratera decorrente de um impacto. As árvores no local da explosão tinham perdido as filhas mas estavam de pé. Na distância de um raio de 5 a 16 quilômetros as árvores estavam derrubadas para a direção oposta do local da explosão. Testes com o solo, madeira e água nunca forneceram respostas sobre o que aconteceu em Tunguska em 1908.

Para os cientistas o evento de Tunguska foi a queda de um meteoro na Terra, e que demos sorte de cair numa área sem nenhuma habitação. Poderia ter sido a destruição de uma ou mais cidades inteiras.


Mas sem evidências surgiram Inumeras teorias, vocês vão encontrar pela internet inclusive "conclusões". Mas a verdade é que não se tem prova de nenhuma conclusão sobre o caso.


Sobre as teorias, algumas delas são:


Choque com antimatéria:
Em 1941, Lincoln LaPaz, e depois em 1965, Cowan, Atluri e Libby sugeriram que o evento de Tunguska poderia ser causado pela aniquilação de um pedaço de antimatéria provindo do espaço. Entretanto, isso não explicaria os resíduos minerais encontrados por expedições ao local. Além disso não há evidência astronômica para existência de pedaços grandes de antimatéria em nossa região do universo.[carece de fontes]

Choque com um mini buraco negro:
Em 1973, Albert A. Jackson e Michael P. Ryan, físicos da Universidade do Texas, propuseram que o evento de Tunguska tivesse sido causado por um pequeno buraco negro de cerca de 1 tonelada atravessando a Terra. A falha dessa hipótese está na ausência de uma explosão de saída - uma segunda explosão do outro lado da Terra provocada pela saída do mini buraco negro. Também não há evidências de perturbações sísmicas que a passagem desse objeto teria provocado no manto. Além disso, apesar de teóricamente possíveis, mini buracos-negros nunca foram observados.

Encontro com nave Extra-terrestres:
Yuri Labvin defende a teoria de que uma nave espacial teria colidido com um meteoro em rota de colisão com a Terra no ano de 1908, causando a explosão que teria provocado a devastação em Tunguska. Lavbin alega que há supostas impressões em pedras de quartzo que não podem ser feitas com a nossa tecnologia.

Bomba Atômica:
Existem teorias de que explodiram Bombas Atômicas da Rússia acidentalmente no local.


O Evento de Tunguska é real, aconteceu. Só não se sabe como ou o que aconteceu... Vocês tem alguma teoria ?

Nenhum comentário: