segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Serial Killers - Ted Bundy

Theodore Robert Cowell nasceu em 24 de novembro de 1946 e foi um dos mais temíveis assassinos em série dos Estados Unidos na década de 1970.
Sua mãe era tão jovem quando engravidou dele que os avós o criaram como se fosse um filho e a tendo como irmã mais velha descobrindo a verdade somente na adolescência.
Alguns detetives dizem que ele matou pela primeira vez aos 15 anos mais isso nunca foi confirmado.
Estudante de direito, bonito, charmoso, seguro de si e com um bom papo, ele usava sua boa aparência como isca para as suas vítimas. Gostava de usar um torniquete no braço para parecer vulnerável e conseguir com que as mulheres o ajudassem com as compras. Assim que atraía suas vítimas para a porta do carro, ele atacava com um batia e as levava embora para reservadamente desfrutar de suas mortes. Com preferência por garotas bonitas e de cabelo escuro, sempre as atacava usando um porrete ou uma faca e gostava de estuprá-las e morde-las. Algumas vezes matou por estrangulamento. Além disso tudo ele ainda mutilava as vítimas depois de mortas e costumava visitar os locais dos crimes para relembrar a experiência.
Quando as policias dos vários estados concluíram que Ted Bundy estava sempre nas proximidades dos locais onde as vitimas morriam ainda não tinham provas para incriminá-lo.
Até que no final de 1974, uma das possíveis vitimas escapou e Bundy foi preso mais em 1977 ele conseguiu escapas da prisão.
Em Janeiro de 1978 ele invadiu os dormitórios da Universidade da Florida matando duas estudantes e deixando outras duas gravemente feridas. Menos de duas horas depois atacou outra estudante mais não a matou.
As únicas pistas que a policia encontrou foram as marcas de mordida em um das vítimas, um dos policias então colocou uma régua junto da dentada, enquanto fotografou a marca.
Um mês depois um homem chamado Cris Hagen foi preso por posse de um veiculo furtado, Hagen era na realidade Bundy, mas não havia impressões digitais no local do crime, nem das próprias meninas. Então a policia resolveu fazer uma comparação entre a marca dos dentes de Bundy e as marcas encontradas no corpo da estudante e chegou a conclusão que eram da mesma pessoa. Seu último assassinato foi o de uma garota de apenas doze anos de idade chamada Kimberly Leach, o seu corpo foi achado em um chiqueiro de porcos próximo a uma jaqueta xadrez que não era de Ted.
Nem Ted lembrava quantos assassinatos havia cometido, confessou mais de 30 entre 1974 e 1978, e diz que matou mais gente só que não sabe quem e nem onde foi.
Em seu julgamente foi condenado à pena de morte por eletrocussão em 31 de julho de 1980. Bundy ainda foi alvo de uma ironia no dia de sua morte: foi uma mulher que ligou a chave da cadeira elétrica que pôs fima à sua vida no dia 24 de janeiro de 1989. Para sua última refeição ele pediu bife, ovos, pão e café.

Curiosidades:

- O vocalista da banda Korn, Jonathan Davis, comprou o fusca onde Ted Bundy cometeu a maioria de seus crimes para fazer parte de sua coleção de itens relacionados à serial killers.
- Em um episódio do desenho South Park, Ted Bundy é descrito e satirizado como um dos três patetas. Os outros dois são os assassinos John Wayne Gacy e Jeffrey Dahmer.
- Diversas bandas de Rock e Metal possuem músicas inspiradas em Ted Bundy entre elas Jane's Addiction, Aborted, Church of Misery e Combichrist.

Frases de Ted Bundy:

“Assassinato não é somente um crime de luxuria e violência. Mas sim possessão, as vítimas são parte de você... Você sente a ultima respiração deixando seus corpos... E você olha nos olhos. Uma pessoa nesta situação é Deus.”

“Nós Serial Killers, somos seus filhos, nós somos seus maridos,nós estamos em toda parte. E haverá mais de suas crianças mortas no dia de amanhã. Você sentirá o último suspiro deixando seus corpos.Você estará olhando dentro de seus olhos.”

"Eu quero dominar a vida e a morte.”

"Não, eu não tive nenhuma misericórdia por nenhuma delas... também não sinto nenhum remorso... eu sei, fiz muita coisa errada, mas ainda assim eu sou humano. Cortei a cabeça de uma delas com uma serra e a levei para meu apartamento, sei... mas há muito mais em mim do que esse cara que andou fazendo loucuras por aí. Se me deixarem viver pelo menos mais alguns anos. Não estou pedindo misericórdia nem perdão. Só peço mais um tempo. Em troca posso ajudar a solucionar muitos crimes, posso ser muito útil.”

“Eu sou o mais frio filho da puta que vocês jamais vão encontrar, eu gostava de matar, eu queria matar.”

“Nós estamos em toda a parte.”

Última entrevista de Ted Bundy:






http://www.youtube.com/watch?v=nNFfHT6OKAw&feature=related

Filme:
"Ted Bundy" (2002 - 95m)
“Ted Bundy era uma assustadora combinação de rapaz do lado, com bom aspecto, e de pessoa com enormes perturbações mentais. Por vezes encantador, bonito, inteligente e carismático, Bundy via-se, no entanto por vezes atormentado por perversas fantasias e por sexo necrófago. Um namorado sedutor para mais de uma mulher, Bundy levava as sua fantasias até aos limites, ou para lá deles, quando abandonava as suas namoradas, seduzindo, ameaçando e matando mais de uma centena de mulheres que nunca suspeitaram da sorte que as esperava...Ted Bundy, um assassino em série, um monstro que tanto pode dizer "acima de tudo eu quero ser normal" como afirmar que "o sexo só é sujo quando é feito como deve ser". “

Extra:

Quer ouvir uma das músicas inspiradas em Ted Bundy? Escute “The Ted Bundy Song” no video a seguir.

http://www.youtube.com/watch?v=6gmiRv1IpPg

Nenhum comentário: