sábado, 14 de junho de 2014

O Castelo de Glamis


Conhecido como o castelo mais bonito da Escócia, localizado na aldeia de Glamis ao leste do país. Ele pertence a família Bowes-Lyon, um dos clãs mais antigos da nobreza escocesa e sendo a residência da Condessa de Strathmore, que abre o castelo para visitas públicas.
Apesar de todo o peso histórico e beleza o Castelo de Glamis é responsável por colecionar lendas e histórias medonhas.

Uma de suas mais conhecidas é a Grey Lady, em português significa Dama Cinza, que segundo as histórias assombra a capela do castelo e a torre do relógio da cidade. A tal Dama Cinza poderia ser correspondente ao espírito da Lady Janet Douglas, que foi queimada viva durante a inquisição, com a acusação de ter sido uma bruxa e ter tentado envenenar o rei.
Outros fantasmas foram vistos por lá. O de uma mulher sem língua que assombra as janelas e varandas do castelo, segundo as testemunhas ela também corre pelo parque do castelo apontando para seu rosto mutilado.
Há também o fantasma de um jovem negro que foi servente do castelo há 200 anos, dizem que ele assombra uma pedra perto ao quarto da rainha.
Mas as histórias assustadoras não sem contém apenas nos fantasmas, mas sim na história de todo o castelo e do clã.
Segundo a lenda o castelo é assombrado pois uma antiga maldição foi jogada em cima da família pelo Sir John Lyon, que removeu um antigo cálice do trono de Forteviot, onde ele deveria ficar para sempre.

Uma das maiores lendas folclóricas ao redor daquele castelo é o da sala secreta. Uma sala escondida numa torre. Essa tal sala deveria ser sem janelas do lado de dentro, apesar de que do lado de fora essas janelas seriam visíveis, como se fossem falsas.
São várias as histórias para a origem dessa sala, mas a mais popular é que ela esconde um monstro. Em 1821 um bebê da nobreza nasceu incrivelmente deformado, para escondê-lo inventaram que o garoto havia morrido e o colocaram na tal sala secreta. Só que o garoto sobreviveu e cresceu, se tornando muito forte e capaz de sobreviver por centenas de anos. Dizem que um trabalhador acidentalmente encontrou a sala quando quebrou uma parede para fazer alterações no castelo, revelando uma passagem secreta. Em troca de seu silêncio ofereceram uma alta quantia de dinheiro.
Outra história (dessa vez uma mais real) afirma que essa sala é onde, na verdade, colocam os corpos dos inimigos da família, que foram colocados ali parar morrer de fome e apodrecer. Uma das histórias mais interessantes ao redor desse castelo conta que Earl Beardie, um dos Lordes de Crawford, que era um homem cruel e indulgente, perdeu sua alma para o Diabo num jogo de cartas.
Segundo a história, num domingo após uma bebedeira ele gritou com várias pessoas para que elas jogassem cartas com ele, apesar dos berros ninguém quis, enfurecido o Lorde gritou que jogaria com o próprio Diabo. Nesse exato momento um homem, vestido todo de preto, bateu na porta do castelo e perguntou ao Lorde se ele estava procurando por um parceiro para jogar cartas. Ele aceitou e foi até uma sala com o homem, trancou a porta e então eles começaram a jogar. Depois disso vários gritos e pedidos foram escutados de dentro daquela sala, um servente quis espiar pelo buraco da chave e acabou vendo uma luz muito forte que cegou aquele olho.
Depois do tal jogo o Lorde abriu a porta e o tal homem havia desaparecido, assim como a alma do Lorde de Crawford, que foi entregue ao Diabo naquele dia.

Bem, apesar das historias o castelo é um belo lugar. Existem vários vídeos no YouTube sobre o castelo, esse é um deles:



E vocês, aceitam passar uma noite no castelo de Glamis?

Um comentário:

Társis Cunha disse...

Ótima matéria. Eu gostaria de ter visto se aconteceram relatos atuais ou dos últimos 5 anos com relação ao local ou com as pessoas que lá frequentam. Gosto de lugares assim, são incríveis e guardam segredos, muitos ainda não desvendedados.